Páginas

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

A moda agora é re-editar ou Da revisão paródica dos clássicos

Dom-Casmurro-e-os-discos-vo300

Essa semana vou falar sobre outra coisa! Parece que a ‘moda’ lançada por Seth Grahame-Smith lá fora chegou a terras canarinhas; o que o jovial mancebo fez foi pegar um punhado de clássicos da literatura com domínio público e reescrevê-los com um tom de literatura fantástica. Os dos livros dele já saiu no Brasil pela editora Intríseca, o “Orgulho e Preconceito e Zumbis”, que assina ao lado de Jane Austen. Sinceridade a parte, creio que a edição dada a esse livro seja bem melhor que a original…

Mas enfim, aqui no Brasil pelo visto a editora Lua de Papel, do grupo Leya, resolveu investir nesse gênero no Brasil e pegou 4 clássicos da literatura nacional e os transvestiu com essa roupagem de literatura fantástica. Se ficou legal, eu não posso opinar, só lendo mesmo para saber (se essa página for indexada e parar na mão de alguém da Lua de Papel, eu aceito algum livro para poder ler e opinar..)…mas então, só lendo mesmo para saber. Com certeza os livros farão mais sentido e tornar-se-ão mais engraçados para aquela galerinha que leu os originiais – o que deve ter acontecido, já que alguns ou caem para o vestibular ou são de leitura obrigatória no colégio. Para se ter uma idéia, seguem os títulos:

Dom Casmurro e os Discos Voadores – Será que os discos voadores aparecem no Engenho Novo? Acho que Jorge Ben Jor diria que é no Jacarezinho (clique aqui e saiba o porquê)…

O Alienista e o Caçador de Mutantes – Mais uma vez Machado (de Assis) na cabeça!

Senhora A bruxa – Pelo título acho que viajou um pouco…mas como não li esse original…

Escrava Isaura e o vampiro – Vampiro tá na moda né?Embora o @abakaue talvez preferisse zumbis…

Então, o que você está esperando para inventar sua própria versão de um clássico em domínio público?? Ou quer inventar uma versão do seu livro preferido e o autor continua vivo? Não perca tempo! Mate-o(a) agora e espere 70 anos para o livro cair em domínio público! Até lá você vai escrevendo e revisando. 

Brincadeirinha pessoal, matar autor não é legal e é crime, embora alguns mereçam muito…

Então, é isso!

P.S. Não vejo a hora de “Lula, filho do Brasil” cair em domínio público para eu falar algumas verdades! huahuauhahua

Um comentário:

  1. Se colocarem um cara tipo o Blade na Escrava Isaura ia ficar awesome!

    ResponderExcluir