Páginas

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Fazer o Mario errar: não pode.

Pare um segundo: Tokyo Toy Show. Já imaginou o caos? Pegue cada palavra separadamente e imagine as possibilidades de total CAOS. Agora pega as três juntas. Pense nisso. Sim, MINDBLOOOOWIIIING.

Na TTS2010, a japonesa Epoch lançou um board game do Mario Kart. VÉI, IMAGINA QUE LOKO. É tudo o que eu queria na vida.

(japoneses e coisas coloridas = sinônimos)

Legal, tem um monte de coisas dos cenários dos jogos, como as plataformas e partes verdes. Tem até a trilha sonora original *E* os efeitos sonoros. YAY! Mas aí começam os erros. Os caras da Epoch erram, eeeeeerraaaaaaaam! Primeiro, não tem kart no Super Mario KART Board Game. 'Comopod?', você me pergunta. É, não dá pra entender. Depois, o que realmente corre é uma... bolinha?! Super Mario Racingball Board Game é o nome mais certo desse jogo! Na boa, no dia que tiver corrida de bola do Mario é a hora que eu escrevo português formal!

Vai um recadinho pra Epoch: Epooooooch, Epoch... não pode!!

3 comentários:

  1. Olha a expressão do Gabriel que fica quando você ainda nem apertou play!

    ResponderExcluir